Power Ranking Offseason #3 – Abril e Maio

10/jun/18


Maio e junho são os meses mais parados da NFL (junto com julho). E, se você está consumindo muito futebol americano nesse período, recomendamos o uso de drogas mais leves, como campeonato brasileiro – infelizmente temos falado sobre Série B mais do que seria saudável.

Alguém pode argumentar que abril não se encaixa nessa categoria por causa do draft: concordamos. Mas não fingimos entender o que aconteceu no draft e nem vamos tentar. E outra: o responsável pela coluna, este que vos fala, estava muito entretido assistindo Avengers: Infinity McGuffins três vezes para soltar o Power Ranking perto do draft (paga nois, Marvel!)

(sério, paga nois, pode ser com chaveiros do Pantera Negra)

Vamos ao que interessa (ou nem tanto né, é junho):

1 – Los Angeles Rams (2)

O time finalmente encerra sua empreitada rumo ao topo do nosso Power Ranking, conquistando, assim, o título simbólico de porcaria nenhuma. Essa equipe rodeada por estrelas, claro, tem tudo pra dar errado.

2 – Philadelphia Eagles (1)

O time é ótimo e terá nossa eterna gratidão por ter nos poupado de ver New England vencendo mais um Super Bowl. Mas será que Carson Wentz estará saudável em setembro? Você finge que está tranquilo, mas é só porque tenta não pensar nisso.

3 – New England Patriots (4)

O Patriots funciona como o Brasil na Copa: só consegue vencer quando parece que dessa vez não vai, portanto, pelo nosso próprio bem, devemos elevar o hype em torno de Brady & amigos sempre que for possível.

4 – New Orleans Saints (5)

Por motivos de Drew Brees finalmente ter um time (e, principalmente, uma defesa) ao seu lado depois de muito tempo. E também por motivos Drew Brees.

LEIA TAMBÉM: REFAZENDO O DRAFT 2017

5 – Minnesota Vikings (3)

A franquia conseguiu a vitória mais emocionante da história dos playoffs para depois se transformar em um bando de crianças brincando de jogar cocô uma na outra na semana seguinte. Mesmo com um bom time, não podemos confiar em Minnesota.

6 – Atlanta Falcons (6)

Nos esquecemos como esse time é bom, mas isso não aconteceria se não tivessem peidado no Super Bowl LI. A culpa, exclusivamente nesse caso, é da vítima.

7 – Pittsburgh Steelers (8)

Nada como alguns meses sem jogos para nos fazer esquecer que esse SUPER BOWL CONTENDER foi destroçado por Blake Bortles e seus receivers reservas em casa.

8 – Green Bay Packers (10)

Segue anexo:

Anexo 1.

9 – Los Angeles Chargers (11)

Como já dissemos, nada como alguns meses sem jogos. Todo ano caímos na armadilha de acreditar nos Chargers e, agora, no meio da offseason, estamos na época ideal para fazê-lo.

10 – San Francisco 49ers (12)

Segue anexo 2.

Anexo 2.

11 – Jacksonville Jaguars (7)

Times que têm Blake Bortles, por melhor que sejam, não merecem estar entre os 10 melhores nem da liga de casados x solteiros do bairro.

12 – Kansas City Chiefs (9)

Se pararmos para pensar, por mais que o ataque vá ser bem legal, a defesa é meio bostinha.

13 – Carolina Panthers (13)

Os talentos do time dependem de uma variável apenas para chegar longe: se Cam vai conseguir correr e/ou lançar a bola.

14 – Baltimore Ravens (15)

A essa altura o corpo de WRs já tem mais reboots que o Batman e o Homem-Aranha juntos, mas precisávamos dar pontos ao time por finalmente ter se preparado para chutar a bunda de Joe Flacco.

15 – Tampa Bay Buccaneers (21)

A raiva passou e nos permitimos nos empolgar de novo com o time que está preparado para COMER VITÓRIAS em 2018.

16 – Chicago Bears (19)

O hype em torno cresce a cada momento que percebemos que eles podem ser divertidos esse ano. A tendência é, claro, que tudo dê errado.

17 – Houston Texans (14)

Tirando os bons jogadores (são alguns), você não conhece 70% desse roster. Se conhece, vá fazer algo melhor com a sua vida, porque em junho já deveria ter esquecido quem joga ao lado dos craques.

18 – Dallas Cowboys (16)

Bom o suficiente para estar em todos jogos de horário nobre do ano, ruim o suficiente pra encher o saco por isso.

19 – Denver Broncos (21)

Se Case Keenum der certo (aprox. 32% de chance), pode até ser uma jornada divertida. Se não der, John Elway terá o status de “gênio”, adquirido três anos atrás, removido em definitivo.

20 – Tennessee Titans (18)

A gente não gosta deles e pode até que ser que o time jogue bem esse ano. Por isso essa posição meio sem graça.

LEIA TAMBÉM: JARED GOFF ESTRELANDO “O VERDADEIRO BUST ERA JEFF FISHER”

21 – Detroit Lions (17)

Vamos supôr que supere todas as expectativas em 2018. Resultado: não passa do Wildcard.

22 – New York Giants (30)

Porque um pouco do ceticismo foi embora. E aqui parece a posição ideal para uma equipe que pode ter ou uma temporada mágica ou uma temporada bosta.

23 – Seattle Seahawks (20)

A offseason bastante suspeita aliada a decadência já sentida nos últimos anos coloca os Seahawks em uma posição que só não é de anonimato porque o time enchia o saco recentemente e vai ser divertido ver seu colapso. Russell Wilson é capaz de salvar tudo?

24 – Washington Redskins (26)

Você não quer ler sobre os Redskins e eu não quero falar sobre eles. Todo mundo sai ganhando.

25 – Cleveland Browns (23)

CARALHO COLOQUEI O BROWNS NA 23 NO ÚLTIMO POWER RANKING só que agora com um pouco mais de parcimônia.

26 – Oakland Raiders (24)

Em breve serão abertas mais vagas para aqueles que quiserem assistir esse experimento de Jon Gruden falhar junto conosco.

27 – New York Jets (27)

Porque não faria sentido mudá-los de posição quando o time não mudou nada, mas conseguiu seu quarterback que não vamos fingir saber se dará certo ou não.

28 – Buffalo Bills (25)

Sei lá cara, mas Josh Allen tem cheirinho de bust. O problema é que tem tanta gente falando isso que estamos quase começando a torcer pelo cara.

29 – Cincinnati Bengals (28)

Ver: REDSKINS, Washington

30 – Arizona Cardinals (31)

Torcendo por Josh Rosen e MEU Larry Fitz, mas o time não inspira confiança em ninguém.

31 – Miami Dolphins (29)

O draft não corrigiu a offseason que, quanto mais olhamos, mais cara de culpada parece ter.

32 – Indianapolis Colts (32)

Se Andrew Luck não voltar jogar, pelo menos o time parece que vai ter uma linha ofensiva agora. E, se você for olhar, além de TY Hilton, não tem nenhum WR que passe mais confiança que o goleiro Karius. Estamos em 2018 e não cabe mais falar sobre a defesa da franquia.

Tags: , , , , , ,

COMPARTILHE