Power Ranking #8 – Uma coletânea de coisas sem sentido ou explicação

02/nov/16


Mais um Power Ranking (atrasado) no ar, para basicamente provar quantas besteiras falamos na semana anterior. Mesmo assim, mostramos alguma coerência, com um líder constante e a briga pela primeira escolha do próximo draft, aparentemente, com postulantes já definidos. Confira:

Que bosta: Indianapolis Colts e Tampa Bay Buccaneers (-6)

Vamô aí que dá: New Orleans Saints (+5)

32 – Cleveland Browns (0 / 0-8)

Se o Browns tivesse vencido o Jets, a história poderia ser diferente – mas se existisse um rio aqui, eu estaria pescando e não escrevendo asneiras. De qualquer forma, a surpreendente chegada de Jamie Collins diretamente de New England tende a melhorar o sistema defensivo – o que no fundo não significará muita coisa. E Josh McCown está de volta, para alguns lampejos de esperança no jogo aéreo. Mesmo assim, o 0-16 é uma meta cada vez mais palpável.

31 – San Francisco 49ers (0 / 1-7)

O pior time da Califórnia descansou na última semana e promete retornar mais forte e saudável – para então enfrentar o Saints e tomar 80 pontos de Brees e companhia na cabeça.

30 – Jacksonville Jaguars (-1 /2-5)

Teria perdido de zero para o Titans se o Titans fosse um time sério. Os 22 pontos marcados no garbage time (se chama garbage time por um motivo claro, não é?) apenas maquiaram a situação. O Jaguars, enfim, é uma grande decepção para nossos corações sofridos.

29 – New York Jets (-4 / 3-5)

Você perde pontos e cai em nosso ranking se vence o Browns por menos de 60 pontos. Desculpem, é assim que as coisas funcionam.

28 – Indianapolis Colts (-6 / 3-5)

A dura vida de Andrew Luck, que em breve será mumificado após tantas pancadas. Nos resta apenas uma aposta possível; quem terá sua carreira destruída por um time medíocre antes: Luck ou Mariota? Já cogitamos apostar em Luck.

27 – Chicago Bears (+3 / 2-6)

São dias divertidos e estranhos em Chicago, com o Cubs ressurgindo das cinzas na World Series e Jay Cutler acertando meia dúzia de passes.

26 – Tampa Bay Buccaneers (-6 / 3-4)

Jameis Winston segue lutando contra tudo e nada, enquanto sua defesa leva 500 jardas na cabeça de Derek Carr – e cede outras 300 em faltas. Nada é tão ruim que não possa piorar.

25 – Miami Dolphins (+2 / 3-4)

Jay Ajayiayayayai e amigos descansaram nesta gloriosa semana e mesmo assim subiram em nosso ranking – e talvez essa seja a melhor opção para o Dolphins no restante da temporada.

24 – Baltimore Ravens (+2 / 3-4)

Volte ao parágrafo anterior e troque “Jay Ajayiayayayai” por Joe Flacco e tudo estará certo – com a diferença que ao menos o Ravens tem um head coach capaz de fazer algum milagre quando menos esperamos.

23 – New Orleans Saints (+5 / 3-4)

São duas vitórias em três semanas, com uma derrota inesperada entre elas. O incrível é que a defesa continua mostrando sinais de evolução – tudo bem que não estamos falando de um caso em que regredir fosse possível. Vencer o 49ers nesta semana, porém, é obrigação e definirá o futuro dos amiguinhos de Drew Brees.

22 – Los Angeles Rams (+2 / 3-4)

A folga veio em boa hora, após duas derrotas seguidas, que colocaram o Rams no lugar correto daquelas equipes que teimam em contratar Jeff Fisher: a mediocridade. A grande questão é se é hora ou não de Jared Goff.

Spoiler: não, porque ele é muito burro.

21 – Tennessee Titans (0 / 4-4)

Nada do que aconteceu no último Thursday Night Football fez algum sentido então não nos arriscaremos analisando. Mas afirmaremos o quanto amamos Mariota.

20 – Carolina Panthers (+3 / 2-5)

Talvez pareça que o atual campeão da NFC esteja entrando nos trilhos ou o resultado apenas nos mostre o tamanho da mentira que é este Arizona Cardinals. Por ora, preferimos ficar com a segunda opção.

19 – San Diego Chargers (-3 / 3-5)

Rivers apanhou tanto que doeu em nós. O alento para o Chargers nesta temporada está no jogo corrido: Melvin Gordon foi novamente uma boa surpresa. Isso basicamente nos diz que o Chargers não chegará a lugar algum e para a próxima temporada resta orar pelo departamento médico – e esperar o Digo pedir perdão a Joey Bosa.

Um pequeno alento.

Um pequeno alento.

18 – Cincinnati Bengals (0 / 3-4-1)

Decidimos, por motivos de sanidade mental, não falar sobre o Bengals até segunda ordem.

17 – Arizona Cardinals (0 / 3-4-1)

Já está na hora de assumirmos que este time é uma mentira e a temporada passada foi um ponto fora da curva.

16 – Buffalo Bills (+3 / 4-4)

Para o Bills, perder para Tom Brady é algo normal. E como mantemos nossas convicções, seguimos acreditando na inevitável derrocada e aguardando a demissão de Rex Ryan.

15 – Detroit Lions (-3 / 4-4)

Seu melhor running back é Theo Riddick e isso basicamente significa que você não irá lugar algum.

14 – Washington Redskins (0 / 4-3-1)

Há algo muito errado quando seu quarterback lança para mais de 450 jardas e mesmo assim você perde um jogo – sabemos que o Redskins empatou, mas o consideremos os perdedores morais, já que estavam enfrentando um Andy Dalton incapaz mentalmente (redundância?).

13 – New York Giants (0 / 4-3)

Descansando após uma viagem de volta da Europa… alguém percebeu que já discutimos um início cambaleante, as contratações na offseason e os chiliques da diva Odell Beckham Jr e mesmo assim o Giants está 4-3?

12 – Houston Texans (+3 / 5-3)

Mesmo com o quarterback mais criticado desde Jay Cutler e sem seu melhor jogador defensivo os Texans estão com 5 vitórias. Mas isso pouca importa, afinal, é hora de nos despedirmos dignamente de Andre Johnson.

11 – Pittsburgh Steelers (0 / 4-3)

Uma semana de descanso mais do que necessária para colocar a enfermaria, digo, a casa, em ordem.

10 – Seattle Seahawks (-1 / 4-2-1)

Uma derrota dolorida e que talvez não estivesse nos planos de Pete Carrol. Mesmo assim, esse time desgraçado está na liderança de sua divisão (obrigado, Cardinals!) e inevitavelmente estará enchendo o saco nos playoffs.

OBS: Jimmy Graham é uma mentira – precisamos manter nossas convicções!

Uba uba uba hey!

Uba uba uba hey!

9 – Green Bay Packers (+1 / 4-3)

O Packers perdeu por um ponto, fora de casa, contra um líder de divisão. Isso sem seus dois RBs, um de seus principais WRs e, sei lá, três CBs e seu melhor LB. Como dissemos em nosso preview, se nada der certo, sempre existirão lesões como desculpa para Green Bay.

8 – Philadelphia Eagles (0 / 4-3)

Por um instante, pareceu que o Eagles venceria o Cowboys. Mas a equipe já parece voltar à realidade, aquela em que brigará até o fim para não chegar a lugar algum e torcerá para Wentz voltar ainda melhor no próximo ano.

7 – Oakland Raiders (0 /6-2)

Derek Carr ainda está conectando passes e pelos nossos cálculos já passa das 1460 jardas contra os Bucs. E a defesa segue fedendo.

6 – Minessota Vikins (-4 / 5-2)

Perdeu para o Bears. Vamos repetir: perdeu para o Bears. Minessota volta a sua triste sina e bem, perdeu para o Bears, volta também algumas casinhas em nosso ranking.

5 – Atlanta Falcons (+1 / 5-3)

A situação é confortável em sua divisão, talvez muito por incompetência de seus adversários. O ataque, porém, segue sensacional, enquanto a defesa insiste em tentar entregar a paçoca jogo a jogo, tomando touchdowns de jogadores aleatórios que nunca ouvimos falar, como Geronimo Allison e Trevor Davis.

4 – Kansas City Chiefs (+1 / 5-2)

Passado o susto pela saída de Alex Smith (haha), temos Nick Foles com 16 passes completados em 22 tentados, 223 jardas e dois touchdowns. Tudo certo e devidamente encaminhado para ser derrotada na primeira rodada dos playoffs.

3 – Denver Broncos (+1 / 6-2)

O que aconteceu na última semana é um exemplo perfeito de como este Broncos funciona: a defesa marca 14 pontos em turnovers enquanto limita o ataque adversário a 20. Para vencer, só precisa de um pouco de esforço de seu ataque.

2 – Dallas Cowboys (+1 / 6-1)

Em um jogo onde Dak Prescott não esteve tão bem, Elliott não foi dominante e uma das melhores OLs da NFL foi espancada pelo Eagles, Sean Lee venceu o jogo. Façam logo uma estátua para esse cidadão em Dallas.

1 – New England Patriots (0 / 7-1)

Sério, precisamos falar algo? Aceitem logo: estes malditos vão vencer essa desgraça.

 

Tags: , , , , ,

COMPARTILHE