Liga Blake Bortles – Week #11

18/nov/17


Alô, alô, liga Blake Bortles! Depois de uma semana falha, voltamos com tudo para trazer as previsões da liga mais querida da PickSix Enterprises. Além disso, estamos aqui para falar daquilo que mais importa em uma temporada de fantasy: quem vai para o consolation!

Já que, obviamente, já temos um campeão definido (ou pelo menos uns três). Confira, com aquela estimativa de chances de matemático da Rede Globo entre parênteses:

Obrigado Thursday Night Football

JOHN THE FISHERMAN (63%) faz um altar para AB84 pela vitória contra Ijuhy Drones (6%)

Toda semana, um jogo fica praticamente definido na quinta-feira (por isso o melhor dia para fazer preview é a sexta). Dessa vez, não foi diferente, com direito a catch com a cabeça. Embalados pelo companheiro, Goff, Gurley e Darkwa deverão ser suficientes para a vitória. Será porque o outro lado não tem skill-players (o melhor, DeMarco Murray, já jogou e decepcionou). Esperar uma vitória com Benjamin, Cohen e Gillislee é no mínimo ousado.

Duelo dos desesperados

Água de Campinas (0,5%) se abraça e afunda Reno Gunslingers (1%)

Aquele belo exemplo de jogo que todo mundo precisa ganhar para poder manter a chama acesa. Ao mesmo tempo, o jogo envolve Blake Bortles, Sammy Watkins e Ty Montgomery. Não fica difícil saber como chegamos a esse ponto. Os Gunslingers têm como maior esperança Mark Ingram, que infelizmente não enfrenta a defesa de Buffalo toda semana – então deve voltar a ser mediano. Os campineiros devem ficar com a vantagem ao ter Brady, Diggs e um Tevin Coleman titular em Atlanta, querendo mostrar serviço em cada oportunidade extra que receber.

Como combinar um empate?

Atlas Abranches (Classificado) vence Gávea Vultures (99,5%)

Se fosse possível, esses dois times fariam um acordo de empatar e deixar para brigar nos playoffs. Como conseguir tal façanha é mais difícil no fantasy que jogar normalmente, o derrotado garantirá seu lugar vencendo nas próximas rodadas.

Os times são bem equilibrados, mas Atlas leva a vantagem porque tem o lendário Fournette e Jesse James marcou um TD, o que seria equivalente (em probabilidade) a Murray e Collins marcarem TDs pela Gávea, o que não acontecerá. Portanto, vantagem Abranches.

Essa lenda mesmo, bicho.

Não pode errar

Miami Guiphins (78%) segue em recuperação contra SHOW ME WHAT YOU GOT (0%)

Falar do SHOW é como gastar espaço, né. 7 derrotas tira qualquer chance de classificação e talvez seja hora de se preparar para o Consolation: para perder todos os jogos, no caso. É altamente provável que o kicker seja o maior pontuador. Do outro lado, o Guiphins segue em ascensão e já é o time com maior número de pontos (o que o torna campeão da Liga Cartola Bortles, ganhando exatamente nada). Todo o time titular é (ou se tornou) bom, o que é realmente uma grande conquista. Se chegar mesmo aos playoffs, é um dos favoritos.

O líder

Coxa Leaders (114%) acaba com os sonhos do Curitiba Left Sharks (à espera de uns milagres %)

Quando o seu kicker faz 19 pontos e mesmo assim seus pontos projetados não chegam a 90, você já foi pro saco. Não surpreende, obviamente, já que depender de Martavis Bryant e LeGarrette Blount em pleno 2017 é apenas triste. Left Sharks fica na esperança de ter alguma relevância no Consolation (não terá).

Por outro lado, quando o kicker adversário faz 19 pontos e sua vitória parece fácil, o futuro deverá ser brilhante. Poucos nomes são tão bem escolhidos quanto Leaders no caso atual; Wentz, Thomas e Gordon, como trio, seriam melhores que mais da metade dos times da liga. Coxa mantém a liderança e garante a bye na primeira rodada dos playoffs – o que, qualquer um que jogue fantasy há um bom tempo sabe, não é bom sinal.

O campeão que está na vontade de pipocar

PickSix (91%) não pipoca dessa vez contra Jujuba Skittles (0%)

Tendo controlado a liderança e o título durante quase todo o campeonato, nosso comissário Cadu tem surpreendentemente fraquejado nas últimas duas partidas, obviamente resultado da regressão à média de Kareem Hunt, falta de Zach Ertz e um QB decente, além de punição universal pela escalação da dupla de anti-feras Thomas e Parker.

Ainda assim, o time de Jujuba é mais mole que gelatina, mais sem graça que os próprios Skittles (don’t @ me) e acabará cedendo a derrota, especialmente já que sua única esperança (Le’Veon Bell) correspondeu às expectativas de ter um jogo abaixo do esperado na quinta, facilitando a previsão.

Tags: , ,

COMPARTILHE